Agrinho: professor de Cachoeira Dourada recebe carro 0Km

  • Data: 11/12/2015

 

Michelle Rabelo e Nayara Pereira
Depois de quase um ano de muito trabalho relacionado aos temas saúde, bem-estar e meio ambiente, alunos e professores que concorreram no Agrinho 2015 foram conhecidos. O protagonista da premiação, no entanto, foi Joilton Ferreira de Moura que levou para casa um Fiat Palio 0Km. O prêmio foi resultado do projeto Asas, considerado pela comissão julgadora como o melhor da categoria Experiência Pedagógica. Nesta segunda-feira (7) o professor, de Cachoeira Dourada, recebeu na cidade uma comitiva da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e do Serviço Nacional de Aprendizado Rural em Goiás (Senar Goiás) que passou pelas ruas do município homenageando o empenho do profissional.

Para entregar a chave do carro nas mãos de Joilton, o presidente da Faeg, José Mário Schreiner, fez questão de viajar até o distrito de Nilópolis, em Cachoeira Dourada e destacar a importância do trabalho realizado por cada professor e professora do estado de Goiás. “Vocês tem uma responsabilidade muito grande para com a sociedade, já que formam nossas crianças e, consequentemente, nosso futuro. Formam nossos futuros governantes. O Agrinho nasceu com essa perspectiva: trabalhar nas escolas formas de criar uma consciência cidadã nos pequenos, mudando consequentemente a visão dos pais”, disse, ao dar boas-vindas.

Participando pelo terceiro ano consecutivo do programa, Joilton, que participou com a Escola Municipal Vicente Parreira da Silva, foi responsável pela criação do Projeto Asas – Ambiente sadio, ambiente saudável, que englobou ações como: palestras com temas relacionados a saúde, campanhas para arrecadar brinquedos para o Hospital de Barretos, além de promoverem visitas médicas a população da zona rural, e a criação com a parceria da igreja Católica da cidade, para a fundação da Pastoral da Saúde, entre outras ações que mobilizaram a população da zona urbana e rural de Cachoeira Dourada.

Antes, ele já tinha sido premiado em 2011, quando ganhou em segundo lugar e a
cabou levando para casa uma motocicleta. Em 2010 um de seus alunos foi premiado com a melhor redação e Joilton também foi premiado, desta vez com um notebook. “O Agrinho tem hoje, no Brasil, uma importância incalculável. Eu mobilizei alunos, professores, pais e toda a escola para abraçarem esse projeto. Visitamos o Corpo de Bombeiros, Policia Militar (PM), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e vários outros lugares em Itumbiara, com um único objetivo, mostrar para os alunos a importância das entidades e órgãos que primam pelo bem-estar e qualidade de vida da população. Criamos também, paralelamente um jornal, chamado: Jornal Agrinho, um blog e uma página no facebook para mostrar nossos projetos e muitas ações que pretendemos levar cada vez mais para o futuro”, complementou.

Na solenidade de entrega também estiveram presentes o prefeito de Cachoeira Dourada, Ademir Teófilo, o presidente do Sindicato Rural de Itumbiara (cidade da qual Cachoeira Dourada é extensão de base), Rogério Santana, o deputado estadual, Álvaro Guimarães, a diretora administrativa da Faeg, Nelci Palhares, entre outras autoridades.

Agrinho
Com o tema saúde, qualidade de vida e meio ambiente, mais de 177 mil crianças participaram desta edição do Agrinho. O programa, que tem como objetivo complementar a educação cotidiana, estimulando o conjunto de ações de promoção social, premiou em 2015 mais de 90 alunos e 100 professores. O tema de 2016 terá como base a preservação dos mananciais.

“O Agrinho é um dos principais programas do Senar Goiás. Temos por ele um carinho muito grande, já que faz com que as nossas crianças sejam, não apenas alunos melhores, mas pessoas melhores. Minha vontade é que no ano que vem ele esteja presente em todas as escolas do estado”, ratificou José Mário.

Joilton também fez questão de elogiar a iniciativa. “Estou muito feliz por ter participado da iniciativa, que é digna de louvor. O Agrinho é o projeto mais importante que eu já conheci no que se refere ao reconhecimento do trabalho realizado pelo professor e pelas escolas. Já estou me preparando para o ano que vem. Como já fui premiado duas vezes, meu objetivo será ajudar outros professores”.