Com conhecimento, mulheres dominam o agronegócio

  • Data: 28/04/2016

Assessoria de Comunicação, com informações do Grupo DOT

As mulheres conquistam cada vez mais espaço no agronegócio. É o que apontam os dados da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio, mostrando que a participação feminina no setor cresceu mais de 7% na última década. E, se no campo elas estão chegando à linha de frente, no portal de Ensino a Distância do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), elas já dominam a área.

Levantamento do Instituto de Estudos Avançados (IEA) mostra que 59,70% das matrículas realizadas no site http://ead.senargo.org.br/, entre março de 2015 e abril de 2016, foram feitas pelo público feminino. Quando a análise se restringe a 2016, o percentual é ainda maior, 78,87%.

Mônica Cristina Machado Troncha faz parte desse time. Ela já está no quarto curso do portal e exemplifica bem os motivos que levam as mulheres a buscarem a profissionalização no agronegócio. Em breve, pretende assumir a condução dos negócios da família, em Ipameri. Formada em Letras, Mônica atualmente segue lecionando em uma escola particular, mas sem tirar o olho da terra, já ocupando funções decisivas na administração da propriedade.

“Tenho planos para um futuro próximo. Tocar um pedaço de chão e, para isso, preciso me inteirar dos processos que envolvem a gestão da terra, dos funcionários, do mercado... E foi antecipando um novo caminho e munida da vontade de conhecer mais sobre os mecanismos do agronegócio que eu me matriculei nos cursos on-line oferecidos pelo Senar Goiás”, conta.

Saber para ensinar
O portal de Ensino a Distância do Senar Goiás oferece 20 diferentes cursos totalmente gratuitos e livres. Os temas abarcam empreendedorismo e administração da empresa rural, novas tecnologias, sustentabilidade, além de saúde e segurança no campo. O curso mais procurado do site é o Introdução à Agricultura de Precisão, onde as mulheres representam 56% dos participantes.

Mas o que tem maior participação feminina, 67%, é o curso Gestão de Segurança, Saúde e Meio Ambiente de Trabalho Rural, que Mônica achou muito interessante. “Acho bem importante que o produtor tenha conhecimento sobre essas questões para que possa aplicar em sua propriedade e orientar as pessoas que nela trabalham”.

A professora e produtora já concluiu também os cursos Prevenção de Acidentes com Defensivos Agrícolas – NR 31.8, Agricultura de Precisão na Aplicação de Defensivos Agrícolas e Mercado e Comercialização de Produtos Agrícolas. “Minha ideia é assumir a administração da fazenda sabendo tudo o que pode ser feito para minimizar os impactos da agropecuária sobre a natureza. E a gente precisa dominar também as novas tecnologias. Na Agricultura de Precisão, por exemplo, todas as máquinas modernas já contam com o GPS. Você precisa ao menos entender como funciona esse recurso para ter mais eficiência e produtividade”.

Novos horizontes
Do mesmo modo que desempenha com dedicação seu ofício de professora, na fazenda, Mônica também não faz cerimônia, arregaça as mangas e trabalha duro. Ela mesma gosta de dirigir o trator e coordenar o plantio, a colheita e a silagem. Por isso, seu tempo é muito curto e ela só tem como estudar nas poucas horas vagas que restam.

“Trabalho cedo, à tarde e à noite e ainda trago serviço para casa. Então, para mim, que tenho uma sobrecarga de trabalho, esses cursos a distância do Senar Goiás foram um grande achado. Pego meu tempinho livre para aprender mais”. E a professora faz questão de recomendar o site a todos os que atuam no agronegócio ou têm interesse na área, independente do nível de escolaridade.

“Os cursos têm uma linguagem muito fácil. As aulas são bem elaboradas, as questões técnicas bem explicadas e eu sempre posso acessar o tutor ou o monitor para tirar minhas dúvidas e me orientar. Por isso todos podem fazer com facilidade. Eu acredito que quem está envolvido com a agropecuária deve conhecer o EaD Senar Goiás. Recomendo principalmente aos universitários e alunos de cursos profissionalizantes de áreas afins, além de proprietários e arrendatários. Garanto que meus horizontes não são mais os mesmos e se ampliam a cada curso que concluo”.