Capacitação em pecuária leiteira movimenta feira em Morrinhos

  • Data: 30/05/2016

Nayara Pereira
Com o objetivo de promover a capacitação e, consequentemente, o acesso às novas formas, métodos e tecnologias referentes à área da produção leiteira, técnicos do programa Goiás Mais Leite receberam durante a Tecnoleite Complem 2016, palestras e informações sobre o setor. O programa do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás) foi o ator principal no estande que a entidade montou em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás) e o Sindicato Rural (SR) de Morrinhos, durante a feira tecnologica.

De acordo com o consultor técnico do Senar Goiás, Carlos Eduardo Carvalho, o objetivo do encontro é disseminar informações teóricas para serem aplicadas no trabalho diário dos técnicos com os produtores. “Estamos com técnicos com mais tempo na assistência e outros mais novos. Então dividimos eles em grupos para aplicar metodologias e informações sobre temas ligados a qualidade animal, manejo de indicadores zootécnicos e econômicos na propriedade, qualidade do leite, entre outros temas”, disse. Ao todo, 56 técnicos representando 66 grupos de produtores de leite do estado, participaram da capacitação na Tecnoleite.

Lucas Dultra Martins, 25 anos, é um dos técnicos que participaram da capacitação. Ele é técnico em agropecuária e está há um ano como técnico do Goiás Mais Leite na região de Caçu. “Cada vez mais nós que trabalhamos com o homem do campo precisamos estar em constante aprendizado. O mercado e o setor se reinventa com novas tecnologias a cada momento, por isso devemos estar atualizados com as novidades para serem levadas ao campo”, ressaltou.


Para a técnica da região de Caiapônia, Raquel Ferreira, 31 anos, que está há 4 anos no Goiás Mais Leite, o momento é oportuno para adquirir informações sobre o setor. “É sempre valido as palestras que o Senar Goiás oferece para nós. Tudo que é passado aqui, repasso para os seis produtores assistidos que fazem parte do programa. Durante a Tecnoliete pretendo conhecer novas tecnologias e informações de novidade para disseminar a produção leiteira de Caiapônia”, destacou.

Valor da assistência técnica
Para mudar a realidade no campo, e equipar a situação frente as tecnologias mais desenvolvidas e que auxiliem o trabalho dos produtores rurais, o superintendente do Senar Goiás, Eurípedes Bassamurfo da Costa, ressaltou aos técnicos sobre um trabalho mais completo que não envolve apenas as técnicas simples de manejo, mas um trabalho que fortaleça os vínculos entre produtor e técnicos na restauração da renda tirada do leite, por meio da assistência técnica.

“Onde existe perspectiva de crescimento, técnicos e produtores devem caminhar juntos. As novas formas de produção e manejos devem ser aplicadas para que o resultado seja o diferencial na produção. As novas tecnologias, são os fatores fundamentais para a mudança, mas principalmente o acompanhamento de perto é o fator primordial para a evolução do setor”, ressalta.


Programa Goiás Mais Leite
O Programa Goiás Mais Leite, desenvolvido pelo Senar Goiás tem por objetivo de difundir aos pecuaristas de leite as novas tecnologias e métodos da área de produção leiteira. E visa promover o desenvolvimento da atividade leiteira, ao utilizar como principal ferramenta a transferência da tecnologia para produtores e técnicos do campo, de entidades públicas e privadas, para que se tornem multiplicadores de conhecimento. A principal estratégia para a realização dessa disseminação é a formação de unidades demonstrativas, a fim de evidenciar a viabilidade técnicas, econômica, social e ambiental da produção intensiva de leite.