Mais de 1.600 atendimentos feitos em Pirenópolis

  • Data: 22/06/2016

Murillo Soares
Segundo dona Cleusa Rosa Vieira, 63, não há problemas em marcar uma consulta médica em Pirenópolis, se houver muita paciência. “Os encaminhamentos são muito demorados, porque não há especialistas”, afirmou. E, para ela, este foi o ponto alto do Faeg/Senar em Ação que aconteceu no Povoado da Placa - há 28km da famosa cidade turística das cachoeiras - neste sábado (18). O evento foi iniativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e Sindicato Rural (SR) de Pirenópolis, em parceria com Prefeitura Municipal, Hospital Estadual Ernerstina Lopes Jaime, Agropecuária Buriti, Rádio Jornal Meia Ponte, Supermercado Nota Dez e Supermercado São Jorge Guerreiro.

Dona Cleusa, acompanhada do marido, seu Antônio Joaquim Vieira, 65, foi fazer um check-up. Os dois se consultaram com um clínico geral e um dermatologista. Por último, passariam no oftalmologista. “A agilidade daqui me encantou. Fomos a dois médicos e eu, até mesmo fiz um exame de sangue”, contou. E esse é o objetivo do Faeg/Senar em Ação: encantar as pessoas e ajudá-las da melhor maneira possível. De acordo com o presidente do SR de Pirenópolis, Francisco Gontijo,isso mostra o apreço de todos os parceiros pelo bem estar do povo da zona rural de Goiás. “Queremos ajudar, principalmente, aqueles que não têm condições de se deslocar às grandes cidades para consultas médicas ou serviços básicos de cidadania”, sublinhou.


“Este evento é um complemento diário do nosso trabalho no executivo municipal”, disse o prefeito de Pirenópolis, Nivaldo Melo, que completou, afirmando que a intenção é atender toda a região, não apenas aquele município. Objetivo cumprido. Pessoas de municípios vizinhos, como Goianésia e Bom Jesus também estiveram presentes. Foi o caso do Antônio Diocles Rosa Pinto. Há não muito tempo, o programa passou pelo seu município, Bom Jesus, mas, como não pôde comparecer, foi desta vez para receber atendimento oftalmológico.

Gente feliz
O presidente do Sistema Faeg/Senar, José Mário Schreiner, se mostrou mais que contente com a quantidade de pessoas recebendo atendimento e também com os sorrisos estampados em seus rostos. “O desafio de qualquer liderança é tocar e marcar a vida das pessoas de uma maneira positiva. Aqui vejo muitas pessoas amigas e quero ajudar a melhorar a qualidade de vida de cada um, nem que seja um pouquinho”, afirmou. “Sei que sozinhos fazemos muita coisa, mas quando estamos juntos, vamos mais longe. Por isso, agradeço a cada parceiro que se empenhou para que este evento acontecesse”, bradou.

A Faeg e o Senar, continuou Schreiner, têm muito conhecimento sobre a real situação de Goiás. “Sei muito bem que não há especialistas médicos em boa parte do nosso estado. Um clínico geral ajuda - e muito - a população, mas ele não consegue, sozinho, tratar todas as doenças e sanar todas as enfermidades. Um especialista é mais que necessário”, disse. Segundo ele, a recompensa pelo trabalho bem feito é apenas uma: ver a alegria de uma população bem atendida e satisfeita. Ao todo, foram 719 sorrisos, estampados nos lábios de quem compareceu e aprovou mais uma edição do Faeg/Senar em Ação.