Agrinho

   Com o objetivo de conscientizar crianças e adolescentes sobre alimentação saudável, higiene, a importância da carne e seus nutrientes, o Espaço Agrinho , programa do Senar Goiás presente em todas as edições da ExpoPec, tem recebido  dezenas de crianças de diversas escolas do município. O espaço conta com estrutura lúdica e oferece atividades  como teatro, dança e conscientização sobre o consumo e preparo correto das carne,  pratos tradicionais com carnes e dicas de como se alimentar de forma saudável e segura. 

   Fátima Carvalho, coordenadora do Programa Agrinho do Senar Goiás conta que o Programa Agrinho existe há mais de 10 anos em Goiás, esse ano com o tema: O Brasil que queremos. "O programa é um conjunto de ações de educação, capacita pessoas de todas as idades, tem adesão voluntária e já esteve presente nos 246 municípios goianos", diz.O programa reúne um conjunto de açõess de educação, promoção social e cidadania e atende alunos, professores, familiares e gestores, desde a educação infantil sem limite de idade até o ensino superior de instituições públicas e privadas.

   Heitor Alves Martins acompanhou cerca de sessenta alunos da Escola Municipal Luís Alves Pereira, onde leciona como professor substituto, na visita ao espaço e ficou surpreso com a reação das crianças  "Os alunos ficam ansiosos para vir aqui, é uma experiência diferente e enriquecedora para eles aprenderem mais e sobre temas importantes, como a alimentação saudável", afirma.

 

 

 

 História

  Criado em 1995 no Estado do Paraná, o Programa Agrinho surgiu da necessidade de orientar trabalhadores rurais quanto ao uso adequado de defensivos agrícolas.Em Goiás, teve início no ano de 2008 pelo SENAR Goiás (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) em parceria com a FAEG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás) e demais entidades e empresas parceiras.

   Constitui-se em conjunto de ações de educação que busca agregar ao ensino público e privado formação de agentes educacionais (gestores escolares, coordenadores pedagógicos, professores) e desenvolvimento de projetos, sendo que a cada ano trabalha com temática específica, em cenário geral de meio ambiente, almejando os objetivos elencados a seguir.

Por Ana Paula Almeida

Fotos: Larissa Melo e Anne Vilela